PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Rafael Capanema

10 respostas para dar quando você copia um discurso nazista

Rafael Capanema

17/01/2020 10h58

  1. "Uai, mas agora nazismo não pode?"

  2. "Foi o corretor do celular."

  3. "É cortina de fumaça. Pra distrair de outros assuntos do governo Bolsonaro, eu inventei que eu sou nazista. Mas vocês descobriram o plano. :("

  4. "Saco, eu falei pros meus assessores que não era pra ter contratado roteirista de discurso em fórum da deep web…"

  5. "Eu falo essas coisas todo dia. Não sabia que dessa vez estavam me filmando."

  6. "O vídeo era a minha performance artística para disputar um dos prêmios do governo. Mas meus assessores me explicaram que eu não posso competir porque faço parte da organização."

  7. "Eu confundi os discursos. Esse era o que eu ia gravar encapuzado com uns amigos meus."

  8. "Não sejamos hipócritas. Quem nunca gravou um vídeo de estética fascista com frases do Goebbels e a música preferida do Hitler ao fundo?"

  9. "Pergunta pra sua mãe qual trecho do Goebbels ela copiou com o seu pai pra você nascer assim."

  10. "É que eu sou nazista mesmo."

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o Autor

Rafael Capanema é formado em jornalismo. Trabalhou na Folha de S.Paulo e no BuzzFeed. Paulistano, mora em Madri desde 2015.

Sobre o Blog

Um espaço para entreter, tendo sempre o humor como norte, a partir da minha experiência como redator de entretenimento, repórter de tecnologia e autor de blogs nos primórdios.

Rafael Capanema